Presidente da Apple vende US$ 36 milhões em ações da empresa

Tim Cook negociou papéis que recebeu como bonificação pelos cinco anos à frente da companhia

Na última semana, o presidente da Apple, Tim Cook, recebeu 1,26 milhão de ações da companhia, com valor equivalente de 135 milhões de dólares, como parte de um plano de compensação da empresa. Desse total, o executivo já vendeu ações no valor de 36 milhões de dólares, de acordo com reportagem publicada nesta segunda-feira pelo jornal americano The Wall Street Journal.

Quando Tim Cook assumiu o comando da Apple, ficou combinado que ele receberia um recompensa em ações da empresa quando completasse cinco anos no cargo – no total de 1 milhões de ações. Ele recebeu ações extras por causa da valorização total da companhia nos últimos cinco anos.

Leia também:
WhatsApp compartilhará telefones com Facebook para publicidade
Apple chega a 1 bilhão de iPhones vendidos; reveja modelos

De acordo com o jornal americano, Cook já recebeu 36 milhões de dólares da venda de ações e outros 71 milhões de dólares ficaram retidos para impostos. O restante das ações, no valor de 28 milhões de dólares, ainda está sob o controle do presidente executivo. Dependendo do desempenho de Cook e da companhia, o executivo ainda teria cerca de 3,5 milhões de ações da Apple para receber como bonificação ao longo dos próximos cinco anos, caso cumpra o que é requisitado em contrato.

Nos cinco anos em que Cook ficou à frente da fabricante do iPhone, a receita e o lucro da Apple dobraram e as ações superaram o desempenho da Bolsa. Recentemente, no entanto, as vendas caíram, e muitos estão se perguntando se a Apple pode continuar a produzir novos produtos de sucesso.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Marcos Ficarelli

    Isso aí, Cook, sai correndo! as vacas gordas acabaram.

    Curtir