Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PIB de São Paulo fecha 2013 com expansão de 1,7%, diz Seade

Desempenho da economia paulista foi impulsionado pelo crescimento de 2,2% da indústria e avanço de 1,4% do setor de serviços

O Produto Interno Bruto (PIB) do Estado de São Paulo encerrou 2013 com expansão de 1,7%, alcançando, em valores correntes, 1.511,7 bilhão de reais, informou, nesta quinta-feira, a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade). De acordo com os dados, o desempenho do PIB paulista foi influenciado positivamente pelo montante gerado pela indústria, com crescimento de 2,2%, e pelos serviços, com alta de 1,4%.

A agropecuária, por outro lado, contribuiu negativamente para o PIB, com queda de 1,4%, já que o aumento de 4,6% da cana de açúcar não foi capaz de compensar os declínios expressivos nas produções de café (22,4%) e laranja (19,4%).

Leia também:

Mercado corta previsão de crescimento em 2014 para 1,79%

Prévia do PIB encerra 2013 com alta de 2,57%

Inflação desacelera para 0,55% em janeiro

Segundo a Seade, o produto da indústria de transformação do Estado encerrou o ano com alta de 1,4%, o que representa “maior dinamismo” na comparação com a retração de 3,4% ocorrida no ano anterior. “O maior volume de produção de segmentos de bens de consumo duráveis e de bens de capital contribuiu para o melhor desempenho da atividade produtiva da indústria neste ano. Assim, pode ser destacada a variação positiva de veículos automotores e máquinas e equipamentos”, disse a entidade, em nota.

O órgão destaca ainda que apesar do crescimento positivo da indústria, há uma tendência de desaceleração do setor de serviços, que pode estar associada “ao recrudescimento da inflação, ao aumento das taxas de juros, à desaceleração do crescimento do salário real e à consequente diminuição do consumo das famílias”.

(com Estadão Conteúdo)