Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

NY deve abrir em alta com expectativa quanto a BCs

Por Luciana Antonello Xavier, correspondente

Nova York – A ansiedade em relação às eleições na Grécia no próximo domingo está sendo amenizada pela esperança de que os bancos centrais ajam, se necessário, para amenizar a volatilidade nos mercados na próxima semana. Com isso, as bolsas nova-iorquinas devem abrir em alta suave nesta sexta-feira.

Às 10h15(horário de Brasília), no mercado futuro, o Dow Jones subia 0,09%, o S&P 500 tinha alta de 0,08% e o Nasdaq avançava 0,13%. O euro caía a US$ 1,2601, de US$ 1,2633 no fim da tarde de quinta-feira. O índice ICE Dollar, que pesa a moeda norte-americana ante uma cesta de seis principais rivais, perdia 0,15%, a 81,876.

Além disso, na próxima quarta-feira, o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) deve sinalizar mais alívio monetário na reunião do Comitê de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês). Provavelmente a prorrogação por mais alguns meses do programa de extensão de vencimentos de ativos em seu portfólio, chamado de Operação Twist, que terminaria no final do mês. Analistas avaliam que a porta para uma terceira rodada de compra de ativos, um QE3, está aberta, mas que não deve ser adotada por enquanto.

O BC da Inglaterra já começou a agir, anunciando um plano de 100 bilhões de libras para estimular a economia, por meio de financiamentos e empréstimo emergencial de seis meses aos bancos. O Barclays prevê que o BC inglês promoverá mais relaxamento quantitativo em julho, conforme apurou a Agência Estado. E o Banco Central Europeu já sinalizou que está pronto para adotar medidas, se for preciso.

Fora as eleições gregas e a reunião do Fed, a agenda pesada da próxima semana traz ainda o encontro de cúpula do G-20 na segunda-feira, em Los Cabos, no México.

Nesta sexta-feira, mais um indicador mostrou a fragilidade da recuperação da economia americana. O índice Empire State de atividade industrial do Federal Reserve de Nova York caiu para 2,29 em junho, de 17,09 em maio, bem abaixo da previsão de 10,7. E a produção industrial recuou 0,1% em maio ante abril, quando a expectativa era de alta de 0,1%.

No pré-mercado, as ações da Microsoft subiam 0,44%, após notícia de que a companhia irá comprar a Yammer, por US$ 1,2 bilhão. Os papéis da Nokia subiam 1,28%, após cair 16% na quinta-feira com notícias de que a companhia procura potenciais compradores.

Os papéis do Facebook subiam 0,57%, a US$ 28,45, quase um mês depois de ter tido sua desastrosa estreia na Nasdaq, ao preço de US$ 38,00.