Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nubank reduz taxa do parcelamento após o uso do crédito rotativo

A startup brasileira não cobra tarifas do cartão de crédito e todas as operações são feitas pela internet

O Nubank, startup brasileira que emite cartões de crédito sem anuidade, anunciou a redução da taxa de juros para o parcelamento da fatura após o uso do crédito rotativo. Agora, a empresa cobrará taxas de 2,5% a 9,75% ao mês no parcelamento – antes, a taxa máxima era de 12% ao mês.

A mudança se deve às novas regras do rotativo, que começam a valer em abril. A partir do próximo dia 3, os consumidores não podem mais utilizar a modalidade por mais de 30 dias. Depois desse prazo, o cliente entra em alguma modalidade de parcelamento ou outra opção disponibilizada pelo banco para quitar sua dívida.

 

 

Lista de espera

Para se tornar um cliente, entretanto, é mais complicado. Primeiro, o interessado tem que entrar em uma lista de espera, por meio do site da empresa.

O motivo da lista, segundo o Nubank, é que todos os inscritos precisam passar por uma análise cadastral e de crédito. O sistema ainda está em processo de desenvolvimento e, por esse motivo, a empresa só libera alguns convites por semana.

A liberação dos convites não é feita de forma cronológica. Se o interessado não atingir uma pontuação interna no sistema, o pedido é recusado. De acordo com a startup, se a pessoa for indicada por um amigo que já possui o cartão, o processo pode ser agilizado.

Outros critérios que precisam ser preenchidos são: ter ao menos 18 anos, morar no Brasil e ter um smartphone que use os sistemas Android, iOS ou Windows Phone. A exigência do celular é por conta do aplicativo da empresa, que além de outras funções, permite o bloqueio e desbloqueio do cartão em caso de perda.

A fatura do cartão chega por e-mail, e pode ser paga pelo aplicativo, pela internet ou em qualquer agência bancária ou lotérica.