Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nível de reservatórios do Sudeste e Centro-Oeste é o menor em 13 anos

Segundo dados do ONS, as reservas de água nas hidrelétricas estavam em 37,60% no domingo

Com previsões ainda pouco animadoras para chuvas, o nível do reservatório de água do subsistema Sudeste/Centro Oeste, que responde por 70% da geração de energia do país, é o menor em mais de 13 anos para meses de fevereiro. O patamar de 37,6% visto no último domingo, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), está abaixo do dia mais preocupante de fevereiro do ano passado, quando os reservatórios estavam com capacidade de armazenamento de apenas 37,89%. Ele também está quase encostando no fechamento do mesmo mês de 2001. Não há dados diários no sistema do ONS sobre fevereiro de 2001, ano em que houve racionamento de energia elétrica, mas no fechamento do mês, o patamar dos tanques estava em 33,45%.

É possível que se o regime as chuvas demorarem ainda mais a chegar e o calor continuar evaporando a água dos reservatórios, este ano bata um novo recorde mínimo para o as reservas de água. Em 10 de janeiro de 2013, o nível do SE/CO chegou a 28,31%. Em meados de 2001, chegou a menos de 26%.

Leia ainda: Ventiladores somem das prateleiras e preços sobem 50%

​Meu ar-condicionado, minha vida

Em um cenário de poucas chuvas e consumo de energia batendo recordes, o Preço de Liquidação das Diferenças (PLD), referência nos contratos de energia para o período de 8 a 14 de fevereiro, continua no maior patamar histórico: 822,83 reais por megawatt-hora (MWh). Segundo a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), “a manutenção da conjuntura hidrológica verificada na primeira semana de fevereiro fez com que o Custo Marginal de Operação (CMO) dos submercados Sudeste e Sul permanecesse em valores acima do preço máximo em todos os patamares”.

Leia mais:

Atraso na entrega de projetos compromete oferta de energia no Brasil

ONS culpa (de novo) raios por apagão – nem Dilma cai nessa

Sistema elétrico bate novo recorde de carga