Morre José Zaragoza, um dos fundadores da DPZ&T

Ao lado de Francesc Petit e Roberto Duailib, ele fundou a agência em 1968

O publicitário espanhol José Zaragoza, um dos fundadores da agência DPZ&T, morreu na madrugada desta segunda-feira em sua casa, aos 86 anos. Ele era a letra Z do nome da agência.

“É com imensa tristeza que comunicamos o falecimento do grande José Zaragoza, nosso Z da DPZ&T. Dono de múltiplos talentos, o artista plástico, pintor e publicitário descansou em sua casa nesta madrugada”, diz comunicado publicado pela agência nas redes sociais.

Ao lado de Francesc Petit e Roberto Duailibi, ele fundou a agência em 1968. Zaragoza trabalhou na agência até 2013, mesmo depois da venda para o grupo francês Publicis.

Ainda não há informações sobre o velório e enterro de Zaragoza. “Mandamos nossos mais sinceros sentimentos à família, amigos e todos aqueles que tiveram o privilégio de conviver com essa referência da publicidade e da arte”, diz a DPZ&T .

Casado com Monique, ele deixa os filhos Frederic, Diego, Inês, Kitu e netos.

Trajetória

Zaragoza chegou ao Brasil em 1952 e em pouco tempo arrumou seu primeiro emprego. Ele costumava contar que comprou um jornal e, por meio dos classificados, conseguiu um trabalho como fotógrafo.

Ele ingressou na Thompson como diretor de arte, transferiu-se para Nova York e estagiou na NBC em 1956. Em 1962 fundou, com Ronald Persichetti e Francesc Petit o estúdio de design gráfico Metro 3.

Fundada em meio à ditadura militar e um momento de grande incerteza econômica, a DPZ surgiu com uma proposta diferente, de fazer propaganda brasileira, nova, com ousadia e irreverência.

Zaragoza também gostava de escrever e pintar. Ele foi o primeiro presidente e um dos fundadores do Clube de Criação de São Paulo. Lançou diversos livros, como Layoutman, Revisão, Olimpíadas.

Como pintor, expôs em várias partes do mundo e no Brasil, com destaque para a Bienal de São Paulo de 1963 a 1967. Sua última exposição aconteceu no ano passado, com o tema Olympcs. Apaixonado por futebol, ele pintou centenas de quadros sobre esportes.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Se o REGIME militar no Brasil foi uma “ditadura” o que é a “democracia” bolivariana?

    Curtir