Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Morgan Stanley fica com 38% das ações do Facebook

Por Álvaro Campos

Nova York – O banco norte-americano Morgan Stanley ficou com quase 38% dos papéis vendidos na oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) do Facebook. Já o Goldman Sachs recebeu quase 15%, segundo pessoas com conhecimento do assunto.

É esperado que o Morgan Stanley, subscritor principal da operação, fique com a maior fatia das taxas que o Facebook deve pagar pelo seu IPO, que podem chegar a US$ 175 milhões, segundo uma das fontes ouvidas pela Dow Jones.

Esses números sobre o volume de ações e as taxas recebidas pelos subscritores não levam em conta um lote extra de 63,2 milhões de ações do Facebook, o chamado greenshoe, por meio do qual os subscritores podem receber ações adicionais e vendê-las aos seus investidores pelo preço do IPO.

Além do Morgan Stanley e do Goldman Sachs, o JPMorgan também atuou como subscritor na oferta do Facebook, mas não há informações sobre o volume de ações que teria ficado com o banco. As informações são da Dow Jones.