Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Metais: Cobre sobe na LME, após anúncio do BC chinês

Por Gabriel Bueno

Londres – O cobre avançava na London Metal Exchange (LME) nesta segunda-feira, após o Banco Central da China (PBOC) afrouxar sua política monetária, uma medida que pode elevar a demanda pelos metais usados na indústria no maior consumidor mundial desses metais.

Às 9h27 (de Brasília), o cobre para três meses era comercializado na LME a US$ 8.270,00 a tonelada, em alta de 1,2%. O PBOC reduziu a exigência de depósito compulsório dos bancos em 0,5 ponto porcentual a partir de 24 de fevereiro, para aumentar a liquidez e estimular a economia. Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o contrato de cobre para março ganhava 1,50%, para 3,763 a libra-peso, às 10h06.

“As expectativas são de que o corte pode apoiar as demandas por metais”, afirmou em nota John Meyer, analista do Fairfax I.S. Os mercados também se beneficiam da alta do euro ante o dólar, com a expectativa de que os ministros de Finanças da zona do euro fechem um pacote de ajuda à Grécia em uma reunião nesta segunda-feira.

Entre os outros metais, o alumínio para três meses subia 0,7%, para US$ 2.179,00 a tonelada, o níquel para três meses avançava 0,9%, para US$ 19.797,00 a tonelada, e o chumbo para três meses subia 1%, para US$ 2.066,00 a tonelada. O zinco e o estanho para três meses subiam respectivamente 1,9%, para US$ 1.982,00 a tonelada, e 2,1%, para US$ 23.950,00 a tonelada.

Com os mercados fechados nos EUA, por causa do feriado do Dia do Presidente, é provável que os metais prossigam em suas atuais faixas, segundo operadores. Os agentes do mercado devem esperar as notícias sobre a negociação envolvendo a Grécia, dizem os analistas. As informações são da Dow Jones.