Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mercado vê BHP cortando plano de expansão de porto para minério

Por Sonali Paul

MELBOURNE, 22 Jun (Reuters) – A BHP Billiton provavelmente reduzirá pela metade a primeira etapa de sua expansão de um porto para minério de ferro, estimada em 10 bilhões de dólares, disseram analistas e investidores, uma vez que busca cortar os gastos devido ao aumento dos custos e uma perspectiva incerta no mercado.

O projeto Outer Harbour em Western Australia é um dos três mega investimentos de um plano 80 bilhões de dólares que a BHP reduziu o ritmo, sob pressão dos acionistas que querem maiores dividendos e recompras, ao invés de projetos caros sem retornos no curto prazo.

Em fevereiro, a BHP se comprometeu com 779 milhões de dólares em financiamentos para construir uma instalação externa no porto, de 100 milhões de toneladas por ano, e disse na época que seria revisto para aprovação integral no trimestre encerrado em dezembro deste ano.

Cinco analistas e dois investidores disseram nesta sexta-feira que o novo chefe de minério de ferro da BHP, Jimmy Wilson, terá que reduzir os planos para o Outer Harbour.

“Avisaram-no de que ele terá que cortar novamente para um projeto menor”, disse o analista do UBS Glyn Lawcock.

Eles previram que o resultado lógico seria reduzir a primeira fase da expansão para 50 milhões de toneladas por ano, ante 100 milhões de toneladas por ano.

A BHP Billiton não quis comentar se o novo chefe de minério de ferro havia recebido pedido para reduzir o escopo do projeto do porto.

O Outer Harbour é crucial para o plano de longo prazo da BHP para quase dobrar sua capacidade de minério de ferro para 440 milhões de toneladas por ano, um projeto que deverá levar oito anos a um custo estimado por analistas de mais de 20 bilhões de dólares.

Quando estiver totalmente construído, o desenvolvimento pode incluir um píer de 4 quilômetros de comprimento, um cais com quatro berços e um canal de navegação de 32 quilômetros, para lidar com 200 milhões de toneladas de minério de ferro por ano, somando-se à capacidade de 240 milhões de toneladas de capacidade que a BHP tem como meta em uma expansão do porto já em andamento.