Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lucro da Monsanto sobe 35% com vendas de sementes

Por Paula Moura

São Paulo – O lucro da americana Monsanto, maior companhia de sementes do mundo, subiu 35% no terceiro trimestre, principalmente porque os agricultores plantaram mais milho nos Estados Unidos neste ano.

No trimestre que terminou em 31 de maio, a Monsanto relatou um lucro de US$ 937 milhões, ou US$ 1,74 por ação, acima do lucro de US$ 692 milhões, ou US$ 1,28 por ação, no mesmo período do ano anterior. Excluindo-se uma questão legal tributária, os lucros por ação subiram de US$ 1,28 para US$ 1,63 por ação na comparação anual. Em maio, a empresa havia previsto um lucro de US$ 1,57 a US$ 1,62 por ação para o período.

As vendas aumentaram 17%, para US$ 4,22 bilhões. Analistas entrevistados pela Thomson Reuters haviam projetado um lucro de US$ 767 milhões para uma receita de US$ 4 bilhões. O segmento de sementes da Monsanto teve um aumento de 18% das vendas, alcançando US$ 3,13 bilhões.

O crescimento foi puxado pelos portfólios de milho, que teve alta de 35% nas vendas, e de soja, de 15%. Esses setores compensaram o desempenho mais fraco das sementes de vegetais. As vendas de sementes de algodão subiram ligeiramente.

Milho

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) estima que nesta safra os EUA terá a maior área plantada com milho desde 1937, o que estimulou a venda de sementes e resultou no salto das vendas de sementes de milho. Segundo o executivo-chefe da Monsanto, Hugh Grant, a empresa notou a preferência por suas sementes premium de milho e soja, que têm margens de lucro maiores.

Os resultados ampliam a força recente do mercado de sementes, que aumentou sua importância no momento em que a Monsanto reduz seu foco em herbicidas em meio à competição com produtos genéricos, principalmente da China. “Nossa temporada de vendas está praticamente finalizada, o que nos dá uma visão completa do negócio para o ano fiscal”, disse Grant em nota.

No início deste mês, a empresa disse que planeja investir US$ 355 milhões para construir uma nova unidade de produção de sementes de milho na Argentina. A empresa pretende crescer no país nos próximos anos, assim como no Brasil e no Leste Europeu.

A Monsanto atingiu seu guidance por ação para o ano fiscal 2013. Há pouco, as ações da empresa subiam 2,72%, a US$ 79,99 na Bolsa de Nova York. As informações são da Dow Jones.