Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lego cortará 1.400 funcionários após queda nas vendas

A fabricante de brinquedos anunciou recuo de 5% na receita semestral

A dinamarquesa Lego informou que demitirá 8% de sua equipe, o equivalente a 1.400 funcionários. O corte acontece depois de a empresa divulgar a primeira queda nas vendas em mais de uma década.

A fabricante de brinquedos anunciou recuo de 5% na receita semestral um mês depois de retirar abruptamente o presidente-executivo, sugerindo que está enfrentando o maior teste desde que flertou com falência no início dos anos 2000.

A Lego disse que não poderia prometer um retorno ao crescimento nos próximos dois anos, um reconhecimento chocante para um grupo amplamente admirado por abraçar a era digital e se unir a franquias lucrativas desde Harry Potter a Minecraft.

“Nós pressionamos o botão de reestruturação para o grupo todo”, disse o presidente-executivo, Vig Knudstorp, reconhecendo que a empresa cresceu ao ponto de se tornar complicada.

Atualmente, a empresa emprega 18.200 pessoas. Das vagas que serão cortadas ainda neste ano, 600 serão em sua sede, localizada em Billund, na Dinamarca.

(Com Reuters)