Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Kodak anuncia venda de mais de mil patentes

Venda será feita por meio de leilão e envolve patentes de captura, manipulação e envio de imagens digitais

O grupo de fotografia Eastman Kodak, que pediu concordata em janeiro, anunciou na noite de segunda-feira um procedimento crucial de vendas de mais de mil patentes que envolvem a foto digital.

A empresa pioneira das câmeras fotográficas informou em um comunicado que solicitou ao tribunal de falências a aprovação do procedimento de vendas de “mais de 1.100 patentes que têm relação com a captura, manipulação e envio de imagens digitais”.

O procedimento prevê que os nomes dos interessados na compra não serão revelados e que serão divulgados apenas os compradores das patentes. “Isto permite aos interessados apresentar a melhor oferta sem o temor de mostrar suas cartas à concorrência”, afirmou o diretor de direitos autorais da Kodak, Timothy Lynch.

Concordata – Em janeiro deste ano, a Kodak apresentou perante um tribunal de Nova York um pedido de concordata para reorganizar seus negócios. Fundada em 1888 e com sede em Rochester (Nova York), a Kodak dedicou a maior parte de seus investimentos durante os últimos anos à área digital e a materiais de alta tecnologia, responsáveis por 75% de sua receita em 2011, e enfrentava inúmeros problemas financeiros nos últimos tempos.

Precisando de 1 bilhão de dólares para continuar operando, a empresa não conseguiu o capital necessário para financiar sua recuperação a longo prazo. A companhia comunicou que firmou um acordo de crédito com o Citigroup para um aporte de 950 milhões de dólares, a devolver em 18 meses, o que permitirá aumentar sua liquidez. À época, a empresa também havia afirmado que iria desfazer-se de suas patentes para conseguir arcar com o pagamento de suas dívidas.

(Com agência France-Presse)