Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

J&F, dos irmãos Batista, vende Eldorado Celulose a grupo holandês

Contrato prevê transferência de até 100% das ações por 15 bilhões de reais

O grupo holandês Paper Excellence comprou da J&F, dos irmãos Wesley e Joesley Batista, a Eldorado Celulose, segundo comunicado divulgado pelas empresas. O contrato de venda, assinado neste sábado, estabelece a transferência de até 100% das ações por 15 bilhões de reais. A operação deve ser concluída em doze meses.

Veja também

“As empresas manifestam satisfação com a conclusão das negociações, que atenderam aos interesses das partes”, diz a nota divulgada neste sábado. “A J&F destaca a qualidade dos ativos que compõem a Eldorado. A Paper Excellence mantém a estratégia de expandir sua operação e sempre teve o Brasil no radar por ser um país com uma posição diferenciada no cenário global de produção do setor.”

Desde a delação firmada pelos irmãos Batista, vários ativos da J&F foram colocados à venda. O controle da Alpargatas foi vendido por 3,5 bilhões de reais aos fundos de investimentos Cambuhy e Brasil Warrant e à Itaúsa, grupo controlador do banco Itaú. A Vigor, junto com uma participação na Itambé, ambas fabricantes de laticínios, ficou com a mexicana Lala, por 5,7 bilhões de reais, valor considerado alto pelo mercado.

O mercado dava por certo que a venda da Eldorado passaria dos dez bilhões de reais. O grupo informa que produz cerca de 1,7 milhão de toneladas de celulose de eucalipto por ano. Com sede na Holanda, o Paper Excellence comunica que produz 2,3 milhões de toneladas de celulose por ano, emprega mais de 2.000 funcionários e “vem crescendo por meio da aquisição de fábricas de celulose no Canadá e na Europa” com o objetivo de “tornar-se um dos líderes mundiais da indústria de celulose”.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Roberto T. Crespilho

    império construido com dinheiro sujo esta desmantelando

    Curtir

  2. Sera que os holandses assumirão os crimes da dupla crim9nosa?

    Curtir

  3. O mundo gira… O bilionário patrimônio deles, virou batata quente…

    Curtir

  4. José Smigle

    Estão vendendo todas as empresas que possuem no Brasil e levando o dinheiro para outros paraísos fiscais. Quando o acordo de delação for anulado, o país não vai ter de onde cobrar o prejuízo. Acorda Brasil!

    Curtir