Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

JBS: ex-presidente da Fiat vai integrar conselho de administração

Cledorvino Belini é um dos nomes anunciados pela empresa nesta sexta, junto com diretor investigado pela CVM e filho de Wesley Batista

A JBS anunciou nesta sexta-feira, em comunicado enviado ao mercado, que fez quatro alterações em seu conselho de administração e na presidência do órgão. Os novos escolhidos para ocupar as quatro vagas existentes foram Cledorvino Belini, ex-presidente da Fiat, Roberto Penteado de Camargo Ticoulat, Wesley Batista Filho e Jeremiah O’Callaghan. Os dois primeiros nomes foram indicados pelo BNDES, que detém 21,32% das ações da empresa.

Belini já presidiu a Fiat no Brasil e na América Latina, entre 2004 e 2015, e ficou na empresa por 44 anos. Ticoulat é especialista em comércio exterior e ocupa cargo de diração em associações de classe, como a a Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

A presidência do Conselho ficará com O’Callaghan, que é atualmente diretor de relações com investidores da JBS. Ele é investigado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) por suspeita de não ter questionado, como deveria ter feito, os administradores e controladores sobre a delação de executivos da empresa fechada com o Ministério Público Federal.

Wesley Filho é o atual presidente da JBS para a América do Sul e já ocupou outros cargos de direção na empresa. Ele é filho de Wesley Batista, um dos donos da empresa junto com o irmão, Joesley. Ambos estão presos por suspeita de uso de informação privilegiada.

Os executivos permanecerão à frente da empresa até a avaliação das escolhas pela assembleia de acionistas.