Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Inflação do aluguel desacelera em março, aponta FGV

De fevereiro para março, IGP-M passou de 1,29% para 0,51%. Em 12 meses, indicador acumula alta de 11,56%

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), usado para reajustar a maioria dos contratos de aluguel, desacelerou ao fechar com alta de 0,51% em março, contra 1,29% em fevereiro, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV), nesta quarta-feira.

O resultado foi puxado pela queda nos preços de bens intermediários no atacado e de custos de habitação no varejo. O número ficou perto da expectativa em pesquisa da Reuters junto a economistas de avanço de 0,46% na mediana. No ano, o indicador acumula alta de 2,97% e, em 12 meses, de 11,56%,

A FGV informou que o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60% do índice geral, registrou alta de 0,44% em março após subir 1,45% no mês anterior.

Os preços dos bens intermediários caíram 0,93% em março, após uma alta de 1,16% no mês anterior.

Já a alta dos preços no varejo mostrou desaceleração uma vez que o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), com peso de 30% no índice geral, subiu 0,58%, após alta de 1,19% em fevereiro.

Segundo a FGV o grupo Habitação deu a maior contribuição para esse resultado ao apresentar variação negativa de 0,06%, contra alta de 0,83% em fevereiro, devido principalmente à tarifa de eletricidade residencial.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), por sua vez, avançou 0,79% em março, contra alta de 0,52% no mês anterior.

Leia mais:

A fábrica de dólares que produz mais de US$ 500 milhões por dia

Bovespa e dólar têm leve alta em dia de saída do PMDB do governo

(Com Reuters)