Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Inflação de Serviços sobe 0,16%

Por Flavio Leonel

São Paulo – O Índice Geral de Serviços (IGS) registrou alta de 0,16% na cidade de São Paulo na terceira quadrissemana de abril, conforme divulgação feita nesta terça-feira pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). O resultado ficou acima do observado na segunda quadrissemana do mês, quando houve variação positiva de apenas de 0,03%.

O indicador representa 45,485% do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) calculado tradicionalmente pela Fipe. Enquanto o IPC é dividido em sete grupos, o IGS é composto por seis, já que Vestuário não entra na classificação.

Entre os grupos que compõem o índice de Serviços, o de Alimentação foi o grande destaque de alta na terceira quadrissemana de abril, com variação de 1,17% ante elevação 0,89% na segunda medição do mês. O grupo, que no IGS é formado totalmente pela Alimentação Fora do Domicílio, foi pressionado basicamente pela parte de Sobremesa, que tem grande participação dos preços de sorvetes e subiu 4,58% ante aumento anterior de 3,55%.

Na outra ponta, o grupo Despesas Pessoais foi novamente o destaque de baixa, com variação negativa de 0,28%, que foi, entretanto, bem menos intensa que a de 1,22% da pesquisa da segunda quadrissemana do mês. O conjunto de preços continuou no terreno negativo ainda por causa do impacto dos preços de passagens aéreas (declínio de 2,49% ante recuo de 3,61%) e de viagens (excursão), com queda de 1,42% contra baixa anterior bem mais significativa, de 4,48%.

Em relação aos demais grupos pesquisados pela Fipe por meio do IGS, a Habitação avançou 0,06% ante alta de 0,07% da segunda leitura do mês. O grupo Transportes subiu 0,11% ante recuo de 0,04%%; o grupo Saúde mostrou elevação de 0,66% ante variação positiva de 0,68%; e o grupo Educação apresentou alta de 0,02% ante avanço de 0,03% na segunda medição do mês.