Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Indústria americana registra maior crescimento em quase 4 anos

Índice que mede a atividade industrial nos Estados Unidos subiu para 56,7 este mês, nível mais alto desde maio de 2010

A atividade industrial nos Estados Unidos, em fevereiro, avançou em seu ritmo mais rápido em quase quatro anos, impulsionada, em parte, pelo aumento dos novos pedidos. A empresa de dados financeiros Markit informou nesta quinta-feira que seu Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) preliminar para o país subiu para 56,7 pontos este mês, ante 53,7 pontos em janeiro, o nível mais alto desde maio de 2010, sendo que leituras acima de 50 pontos indicam expansão.

O componente de novos pedidos, em fevereiro, saltou para 58,8 pontos e também registrou o maior patamar desde maio de 2010. A produção, por sua vez, subiu para 57,2 pontos, após encerrar o mês anterior com leitura de 53,5 pontos.

“O PMI preliminar da indústria fornece os primeiros indícios de que a produção se recuperou da desaceleração relacionada ao clima observada em janeiro”, disse o economista-chefe da Markit, Chris Williamson, em comunicado. “Parece provável que haverá mais crescimento nos próximos meses, o que sugere que a saúde da economia permanece robusta”, acrescentou.

A leitura preliminar da Markit é baseada em respostas de cerca de 85% dos fabricantes pesquisados nos EUA.

Leia mais:

Maconha cria nova ‘indústria’ nos EUA

Criação de empregos nos EUA fica abaixo do esperado em janeiro, com 113 mil vagas

Déficit comercial dos Estados Unidos é o menor em 4 anos

(com agência Reuters)