GVT passará a se chamar Vivo a partir de 15 de abril

Mudança ocorre após a compra da GVT pelo grupo Telefónica, aprovada em 2015; alteração de nome não exigirá mudança dos contratos dos clientes

A GVT passará a se chamar Vivo, em todo o Brasil, a partir do dia 15 de abril, segundo comunicado distribuído nesta segunda-feira. A mudança da marca ocorre após a compra da GVT pelo grupo Telefónica, aprovada pelos órgãos competentes em maio de 2015.

“Para quem é cliente GVT, não haverá alteração nos seus produtos e serviços: eles vão apenas mudar de nome, mas os valores e todas as condições contratadas seguirão os mesmos”, diz o comunicado da Telefónica Vivo.

A empresa também informou que os usuários da GVT não precisam assinar um novo contrato. “Com a mudança da marca, haverá benefícios adicionais para clientes convergentes das duas empresas que serão comunicados em breve”, complementa.

Leia mais:

Governo aplica 24% do investimento do PAC previsto até 2018

Crise faz grupo Votorantim suspender produção de unidades

(Da redação)