Grécia precisa se ater aos termos de resgate, diz Lagarde

Para diretora-gerente do FMI, as lideranças políticas na Grécia precisam mostrar vontade de permanecer na zona do euro

As lideranças políticas na Grécia precisam mostrar vontade de permanecer na zona do euro, o que vai requerer que Atenas se atenha aos termos de seu plano de resgate internacional, afirmou a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde.

“Acho que devemos olhar para o cenário ideal em que o país tem a vontade política de realmente observar o compromisso, adequar-se às tarefas, ficar na zona do euro, o que parece ser o desejo da população”, disse Lagarde em entrevista a uma emissora de TV holandesa.

“Mas junto há os esforços para cumprir o programa que foi colocado em andamento e em que os parceiros de euro atualmente estão acertados em apoiar o país”, completou. Uma saída da zona do euro “seria extremamente cara e difícil, e não apenas para a Grécia”, acrescentou a diretora-gerente do FMI.

(com agência Reuters)