Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governo mantém previsão de alta do PIB em 4,5% no ano

Estimativa oficial difere da previsão do mercado. Segundo o último Boletim Focus, o PIB deve ter expansão de 3,2% em 2012

O governo federal manteve a previsão de crescimento da economia de 4,5% e de alta do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 4,7%, de acordo com a revisão bimestral do Orçamento de 2012, divulgada nesta sexta-feira pelo Ministério do Planejamento. Esses são os parâmetros econômicos utilizados na revisão de receitas e despesas.

A estimativa do governo difere da previsão do mercado. Segundo o último Boletim Focus – pesquisa semanal feita pelo Banco Central com analistas privados -, a projeção para o PIB é de expansão de 3,2% em 2012. Em relação à inflação, as estimativas apresentadas no Focus apontam que o IPCA fechará este ano em 5,22%.

Leia também:

Economia brasileira desacelera, mostra IBC-Br

Já a previsão oficial para a Selic média caiu de 10,48%, como divulgado em março, para 9,86% ao ano. A taxa média de câmbio recuou de 1,79 real para 1,76 real. Para o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) acumulado no ano, a projeção recuou de 4,99% para 4,90%. E a estimativa para o crescimento da massa salarial nominal subiu de 11,73% para 12,01%.

De novo, as estimativas de governo e mercado são distintas. Ainda segundo o Focus, o mercado aposta em um taxa de câmbio mais alta para o fim de 2012, de 1,85 real por dólar.

Prévia do PIB – Ao contrário do que previa o governo, a atividade econômica brasileira entrou 2012 desacelerando. De acordo com o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), considerado uma espécie de sinalizador do Produto Interno Bruto (PIB), o primeiro trimestre deste ano registrou alta de 0,15% quando comparado com o quatro trimestre do ano passado.

(Com Agência Estado)