Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Gasto de turistas brasileiros no exterior soma US$ 1,69 bi em outubro e bate novo recorde

O total gasto no acumulado do ano já supera a estimativa do BC para 2010

Os gastos de estrangeiros no Brasil, por outro lado, ficaram estáveis em 436 milhões de dólares em outubro

Os gastos de turistas brasileiros no exterior bateram novo recorde em outubro. O total gasto em viagens internacionais e compras com cartões de crédito em lojas no exterior somou 1,69 bilhão de dólares no mês passado, informou nesta terça-feira o Banco Central. O valor é o maior já registrado desde 1947, ano do início da série histórica do BC.

No acumulado do ano, os brasileiros já gastaram 13,1 bilhões de reais em compras no exterior – outro recorde histórico. O valor atingido de janeiro a outubro já supera a previsão do BC para todo o ano de 2010, que era de 10 bilhões de dólares. O montante dos 10 primeiros meses do ano também já ultrapassou todo o valor registrado em 2009.

Os brasileiros gastaram em outubro mais até do que o verificado em julho, mês de férias escolares. O recorde registrado no mês passado é o quarto deste ano. Os gastos de estrangeiros no Brasil, por outro lado, ficaram estáveis em 436 milhões de dólares em outubro.

Balanço de pagamentos – Esse resultado negativo é um dos fatores que contribuem para o aumento do deficit do Brasil em suas transações com o exterior. A conta corrente do balanço de pagamentos registrou em outubro um saldo negativo de 3,7 bilhões de dólares. O resultado ficou dentro das estimativas dos economistas, que previam resultado negativo entre 2,4 bilhões de dólares e 4,9 bilhões de dólares.

O déficit de outubro foi determinado por um superávit de 1,853 bilhão de dólares da balança comercial e de um déficit de 5,650 bilhões de dólares na conta de serviços e rendas. O resultado também sofreu interferência de 97 milhões de dólares de transferências unilaterais. No acumulado do ano, a conta corrente do país registra saldo negativo de 38,763 bilhões de dólares, o equivalente a 2,37% do Produto Interno Bruto (PIB). Nos 12 meses encerrados em outubro, o déficit chega a 47,987 bilhões de dólares, o que corresponde a 2,43% do PIB.

IED – O Investimento Estrangeiro Direto também bateu recorde em outubro, somando 6,771 bilhões de dólares.

(Com Agência Estado)