Focus: economistas reduzem previsão de inflação para 2017

As projeções do IPCA caíram para 4,01%, a nona queda semanal consecutiva para este indicador; para 2018, houve alta nas estimativas, a 4,39%

Os economistas do mercado financeiro reduziram as projeções para o índice oficial de inflação neste ano, de 4,03% para 4,01%, na nona queda semanal consecutiva para essa previsão. Os dados são do Boletim Focus divulgado na manhã desta segunda-feira, pelo Banco Central. Por outro lado, a projeção para o Índice de Precos ao Consumidor – Amplo (IPCAde 2018 subiu, de 4,30% para 4,39%.

Na prática, as projeções de mercado divulgadas nesta segunda no Focus indicam que a expectativa é que a inflação fique abaixo do centro da meta, de 4,5%, em 2017 e 2018. A margem de tolerância para estes anos é de 1,5 ponto porcentual (inflação entre 3,0% e 6,0%).

Em abril, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que o IPCA-15 – considerado uma espécie de prévia da inflação oficial – encerrou o mês com taxa de 0,21%. Já o IPCA de abril será divulgado nessa quarta-feira.

Na ata do último encontro do Comitê de Política Monetária (Copom), publicada na terceira semana de abril, o Banco Central informou suas projeções de inflação. No cenário de mercado – que utiliza câmbio e juros variáveis -, a projeção é de 4,1% para 2017 e de 4,5% para 2018.

As projeções do Focus para o  Produto Interno Bruto (PIB) deste ano subiram pela terceira semana seguida, de 0,46% para 0,47%. Há um mês, a perspectiva era de avanço de 0,41%. Para 2018, o mercado manteve a previsão de alta, de 2,50%.