Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Analistas mantêm projeções para o PIB e reduzem as do dólar

Economistas do setor financeiro mantiveram a previsão de crescimento da economia para 2017 e 2018 apesar da instabilidade do mercado na última semana

Os economistas do mercado financeiro mantiveram suas projeções para o crescimento do PIB em 2017 e 2018, em 0,50% e 2,50%, respectivamente, apesar do aumento da incerteza política da última semana. A estabilidade nas previsões de crescimento no Boletim Focus acontece após instabilidade vista no mercado financeiro na última semana, em razão de delação premiada de Joeley Batista envolvendo o presidente Michel Temer. A notícia de gravação feita pelo empresário, um dos donos da JBS, derrubou a Bolsa e fez o dólar disparar.

Veja também

O Focus foi divulgado nesta segunda-feira, e as estimativas foram colhidas junto aos economistas na tarde da última sexta-teira. Na visão de alguns analistas, a crise política pode prejudicar a recuperação da atividade.

A aposta para a cotação do dólar ao final do ano caiu em 2016, de 3,23 reais para 3,25 reais. E a estimativa para o preço da moeda americana no fim de 2018 permaneceu em 3,36 reais.

As previsões para a inflação também seguem em queda, permanecendo abaixo do centro da meta de 4,5% estipulada pelo governo. A estimativa para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) caíram para  3,92% ao final deste ano. A previsão é 0,01 ponto percentual a menos do que na semana anterior, e a 11ª redução seguida. Para o ano que vem, a redução foi de 0,02 ponto, chegando a 4,34%.

Em relação à produção industrial, houve avanço no projetado para 2017, e a alta passou de 1,25% para 1,30%. Há um mês, estava em 1,36%. No caso de 2018, a estimativa de crescimento da produção industrial seguiu em 2,50%, mesmo porcentual de quatro semanas

(Com Estadão Conteúdo e Reuters)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. A maior farsa que a mídia lança nos meios de comunicação é o Agro Negócio, muito difundida na Globo. O maquinário, semente, pesticida e adubo vem tudo da industria estrangeira, alem de concentrar toda riqueza nas mãos dos empresários.

    Curtir