Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

FGTS ainda tem R$ 1,6 bi não sacado de contas inativas

O prazo para sacar se encerra em 31 de julho. Depois disso, o dinheiro volta para o FGTS e só poderá ser resgatado nos casos previstos em lei

Longas filas se formam assim que a Caixa Econômica Federal inicia uma nova etapa de pagamento das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Mas nem todas as pessoas com direito ao benefício correram para sacá-lo.

Pelas contas da Caixa, ainda existem 5,3 milhões de trabalhadores nascidos de janeiro a novembro que ainda não pegaram o dinheiro. Dos 39,8 bilhões de reais disponíveis para esse grupo, 38,2 bilhões de reais foram resgatados. Ainda resta 1,6 bilhão de reais à espera do saque.

O prazo para sacar o benefício se encerra em 31 de julho. Depois disso, o dinheiro volta para o FGTS e só poderá ser resgatado nos casos previstos em lei, como compra da casa própria e aposentadoria.

Os nascidos em dezembro podem sacar o saldo da conta inativa do FGTS a partir de sábado. Estão nesse grupo 2,5 milhões de brasileiros, que podem sacar 3,5 bilhões de reais. Para pagar as contas inativas do FGTS, a Caixa terá 2.015 agências funcionando no sábado, das 9h às 15h. Na segunda, as agências abrirão duas horas mais cedo.