Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Feirão da Caixa em SP deve repetir volume de negócios

Por Circe Bonatelli

São Paulo – Mesmo com o cenário de redução dos juros para o crédito imobiliário, a expectativa da Caixa Econômica Federal para o Feirão da Casa Própria em São Paulo se manteve conservadora. O banco acredita que serão negociados cerca de 15 mil contratos, somando um montante de R$ 2 bilhões, igual ao registrado no evento de 2011. “Acreditamos que é possível ultrapassar R$ 2 bilhões, mas a princípio, nossa estimativa é conservadora”, afirmou José Urbano Duarte, vice-presidente de Governo e Habitação da Caixa.

Ele reiterou que o ciclo de redução dos juros tem mostrado impacto positivo no volume de financiamentos do banco, mas evitou atualizar as previsões sobre o desempenho do feirão. “É um evento curto (de 18 a 20 de maio), depende de outras condições como número de visitantes, o clima e o trânsito”, disse.

Urbano lembrou que o volume de concessão de crédito imobiliário, por exemplo, vem crescendo acima das previsões da Caixa. “Antes falávamos de R$ 96 bilhões em 2012, mas hoje o presidente da Caixa (Jorge Hereda) já subiu para R$ 100 bilhões devido ao nosso crescimento”.

Feirão

O evento na capital paulista oferecerá 217,5 mil unidades habitacionais. Destes, 193 mil são imóveis usados e 24,5 mil, imóveis novos prontos ou na planta, sendo 15,2 mil enquadrados no programa Minha Casa, Minha Vida.

O feirão oferece imóveis entre R$ 80 mil e cerca de R$ 2 milhões. O valor médio das unidades vendidas é estimado em R$ 145 mil, dos quais R$ 99 mil devem ser financiados. Mais de 70% dos financiamentos devem ser direcionados para a classe média.