Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Europa detalha plano para taxar transações financeiras

A partir de 2014, negociações de troca de ações e bônus seriam taxadas em 0,1%, enquanto as transações com derivativos teriam de pagar 0,01%

Imposto tem potencial para arrecadar 57 bilhões de euros

A Comissão Europeia detalhou nesta quarta-feira sua proposta sobre imposto para as transações financeiras, que tem como alvo operações com ações, bônus e derivativos. “O imposto incidiria sobre todas as transações de instrumentos financeiros entre as instituições quando pelo menos uma parte está localizada na União Europeia”, diz a comissão, que tem poder executivo no bloco de 27 países.

As negociações de troca de ações e bônus seriam taxadas em 0,1%, enquanto as transações com contratos de derivativos seriam taxadas em 0,01%, disse a comissão, acrescentando ter recomendado que o imposto entre em vigor a partir de janeiro de 2014.

O imposto tem potencial para arrecadar 57 bilhões de euros, sendo que parte dos recursos poderiam ser utilizados para fortalecer o orçamento da União Europeia.

(com Agência Estado)