EUA exportam petróleo pela primeira vez em 40 anos

Embarques para o exterior começaram menos de um mês depois de Barack Obama assinar a lei que aboliu a proibição

Mal secou a tinta da legislação que suspendeu a proibição às exportações de petróleo dos Estados Unidos, em vigor havia 40 anos, e as petrolíferas americanas já estão se movimentando para fazer suas primeiras vendas ao exterior.

Dois navios com carregamentos de petróleo zarparam de portos no Texas nas duas últimas semanas e há expectativa de mais embarques. As primeiras vendas seguiram para a Europa, mas, no longo prazo, a América Latina e a Ásia deverão se tornar clientes dos EUA, segundo especialistas da indústria.

As exportações de petróleo começaram menos de um mês depois de Barack Obama assinar a lei que aboliu a proibição. Grandes empresas de infraestrutura, como a Plains All American Pipeline e a Enterprise Product Partners, passaram os últimos anos investindo bilhões de dólares na construção de novos oleodutos, tanques de armazenamento e docas em portos.

O primeiro carregamento de petróleo partiu de Corpus Christi, no Texas, na véspera do ano-novo, e foi feito pela ConocoPhillips, com destino ao Estado alemão da Baviera.

Outro carregamento foi feito a partir do terminal da Enterprise em Houston, no começo do ano, e segue para a cidade francesa de Marselha. De lá, o petróleo será transportado via oleoduto para uma refinaria na Suíça.

Leia também:

Petróleo nos EUA fica abaixo de US$ 30 pela primeira vez em 12 anos

Empresas já perderam US$ 1 trilhão em valor de mercado nos EUA em 2016

(Com Estadão Conteúdo)