Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

EUA e Europa precisam agir urgentemente, diz Lagarde

Por Danielle Chaves

Nova York – Os líderes dos EUA e da Europa precisam agir urgentemente para solucionar seus problemas de dívida soberana e evitar colocar a frágil recuperação global em colapso, afirmou a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde.

A autoridade reiterou seu alerta para o governo dos EUA, dizendo que um acordo sobre a elevação do teto da dívida precisa ser alcançado imediatamente para evitar prejuízos e uma séria disseminação da crise para o restante do mundo.

Em discurso preparado para ser feito no Conselho sobre Relações Exteriores, Lagarde disse que, embora os EUA precisem elaborar rapidamente um plano para apertar seu orçamento e aumentar a receita com o objetivo de controlar as finanças, os legisladores devem tomar cuidado para não serem precipitados nos cortes futuros.

Segundo Lagarde, isso é especialmente verdade dada a probabilidade de os EUA estarem enfrentando problemas no mercado de trabalho. Elaborar um plano confiável pode ter poucos efeitos adversos sobre a demanda e possivelmente até impactos positivos, disse a autoridade.

A Europa, por sua vez, precisa implementar rapidamente as medidas prometidas pelos líderes na semana passada para fortalecer a governança econômica na zona do euro. O acordo para a Grécia mostrou que os líderes estão comprometidos com a zona do euro, “mas a turbulência pode facilmente ressurgir”, afirmou Lagarde.

A diretora do FMI declarou que a crise de dívida soberana da Europa “revelou os riscos impostos por uma união econômica e monetária incompleta”. A equipe do FMI tem afirmado que a Europa precisa se mover na direção do federalismo fiscal, mesmo se isso significar a perda de parte da soberania por alguns membros. As informações são da Dow Jones.