Em dia de Copom, técnicos do Banco Central planejam paralisação de 24 horas

Sindicato pede a modernização da carreira de especialista. Se confirmada, esta será a terceira greve do ano

Técnicos do Banco Central prometem paralisar seus trabalhos nesta quarta-feira, 28. Segundo o Sindicato Nacional dos Técnicos do BC, 560 funcionários cruzarão os braços por 24 horas. O ato deve prejudicar principalmente os trabalhos do meio circulante e da segurança, mas não irá atrapalhar a divulgação do resultado da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom).

Leia ainda: PGR pede adiamento do julgamento sobre planos econômicos

Mercado aposta na manutenção da Selic em 11% nesta semana

Willekens Brasil, diretor do sindicato, afirmou que a categoria deseja a “modernização da carreira de especialista”. Segundo ele, a ideia é que seja exigido, mesmo para os cargos de técnico, curso superior. “Hoje esse projeto se encontra adormecido por falta de interesse do Banco Central”, criticou o sindicalista. Essa é a terceira paralisação do ano. As duas primeiras ocorreram em abril e duraram poucas horas.

(Com Estadão Conteúdo)