‘Em brevíssimo tempo’, juros cairão à casa de 1 dígito, diz Temer

O encontro bilateral com o presidente da Rússia foi o primeiro desde o início da gestão do brasileiro

O presidente da República, Michel Temer, reuniu-se por mais de duas horas com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, nessa quarta-feira no Kremlin, em Moscou. Na oportunidade, o brasileiro afirmou que os juros praticados pelo Banco Central vão “em brevíssimo tempo” cair à casa de 1 dígito.

O encontro bilateral foi o primeiro desde o início da gestão do brasileiro. Em um rápido diálogo aberto aos jornalistas, Putin lembrou que a cooperação bilateral é estreita tanto no interior dos Brics, quanto no G-20, e que o Brasil “é um dos principais parceiros na América Latina”. O presidente russo lamentou a queda no comércio bilateral em 2016 e disse que os dois países devem trabalhar para aprofundar as trocas.

Temer afirmou que está em sua quarta visita a Moscou e em um segundo encontro com Putin. E que os resultados têm sido “sempre muito positivos”. “Temos economias parecidas”, disse.

O presidente mencionou ainda o combate à inflação e a política de juros. “Em brevíssimo tempo teremos juros de 1 dígito no país”, disse Temer.

O presidente afirmou que a economia brasileira vive momento de modernização e o governo tem compromisso com a agenda de reformas, incentivando empresários russos a investirem no Brasil.

“Na conversa que mantivemos, eu atualizei o senhor presidente Putin sobre o momento de modernização que vive a economia brasileira. Reafirmei o compromisso do meu governo com a nossa agenda de reformas. Tal como a Rússia, o Brasil está voltando a crescer”, disse.

Temer defendeu ainda um diálogo franco e aberto no G-20 e no grupo de grandes emergentes Brics, além das Nações Unidas, “onde nós defendemos sempre as mesmas teses”.

Ao final da reunião, Temer e Putin farão uma declaração conjunta e assinarão acordos bilaterais.

(Com Estadão Conteúdo e Reuters)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. oneias cezar filho

    Se os juros cairão à casa de um dígito, é esperar. Ele já caiu à casa de um dígito, faz tempo…nas pesquisas.

    Curtir

  2. A primeira coisa que tem que cair é ele, um calhorda mentiroso aproveitador a serviço dos empresários.

    Curtir

  3. como pode uma criatura dessa estar como presidente apesar de todas as evidÊNCIAS, de crime hediondos praticados, recebeu um terrorista no palácio do planalto, e ainda deu conselhos de como deveria fazer o crime… pena de morte já… crimes hediondos e terrorismo.

    Curtir

  4. É claro que os juros cairão a um dígito e a inflação também cairá a 0%. Todo mundo desempregado, ninguém tem dinheiro pra comprar nada. Como que vai existir inflação desse jeito? E ainda está se gabando. Cai fora vampiro. Aproveita que está perto da Transilvânia e fique por ai mesmo.

    Curtir

  5. Celso Da Silveira

    Se o comportamento dos juros depende unicamente da vontade do presidente, a economia vai mal.

    Curtir

  6. Luiz Carlos Porto

    E pensar que esses produtos que compramos da China poderiam ser fabricados aqui se houvesse um pouco mais de responsabilidade e comprometimento dos governos… dá vontade de chorar porque perdemos duas gerações de empreendedores desde a década de 70. Os governos sufocaram tanto a iniciativa privada que hoje é melhor ser empregado que patrão…

    Curtir