Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dólar opera em queda nesta quarta-feira

Na terça-feira a moeda americana fechou também em baixa, de 0,7%, a 2,2119 reais, acumulando perdas de 2% nas últimas três sessões

O dólar abriu a quarta-feira em leve queda de 0,04%, cotado a 2,2110 reais. Por volta de 13h, a queda era de 0,52% (2,2003 reais). Na terça-feira a moeda americana fechou em queda de 0,7%, a 2,2119 reais, acumulando perdas de 2% nas últimas três sessões. A melhora do humor nas praças financeiras internacionais, depois das declarações de autoridades do Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, aliviaram temores sobre o fim do programa de estímulo do país e ajudaram a depreciar moeda brasileira.

Além disso, pesam comentários de autoridades chinesas, que procuraram arrefecer preocupações sobre o aperto de crédito no país, que havia causado forte aversão ao risco nos mercados globais. Nesta quarta-feira pesa a última revisão do Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA, relativo ao primeiro trimestre do ano, que veio abaixo do esperado anteriormente.

De acordo com o Departamento do Comércio, a maior economia do mundo cresceu 1,8% entre janeiro e março, no dado anualizado, o que é bom se comparado ao quarto trimestre, quando a expansão foi de apenas 0,4%, mas é abaixo do estimado nas duas primeiras previsões: a primeira prévia, em abril, apontava para um crescimento de 2,5% e a segunda, no fim de maio, para alta de 2,4% entre janeiro e março. Economistas esperavam que o indicador se mantivesse em 2,4%.

Há um mês, os economistas do Fed de Nova York, parte do banco central norte-americano, diminuíram suas perspectivas sobre o crescimento do PIB americano para este ano. Agora, a projeção é de que a economia dos Estados Unidos cresça 2,5% em 2013 – há um ano, os analistas apontavam uma alta de 3%.

Para o economista Pedro Galdi, da SLW, é normal que, após a forte alta da moeda americana nas últimas semanas, ela procure um patamar mais justo e se assente.