Dólar desce a R$ 1,80, menor valor desde 7 de dezembro

Por Silvana Rocha

São Paulo – O dólar manteve-se em queda ante o real pelo segundo dia seguido, testou o patamar de R$ 1,79 na mínima intradia e fechou no menor valor desde 7 de dezembro passado, com baixa hoje de 1,90%, cotado a R$ 1,8030 no balcão. O resultado ampliou a queda acumulada pelo dólar balcão em janeiro para 3,53%. Na BM&F, a moeda à vista terminou com recuo de 2,07%, valendo R$ 1,8025.

O movimento teve como pano de fundo um ambiente externo um pouco melhor, com notícias favoráveis sobre China, EUA e França. Novos ingressos de recursos no mercado local relativos a emissões corporativas recentes e vendas de dólares por exportadores também garantiram um recuo do dólar ante o real mais forte do que a queda verificada pela divisa norte-americana no exterior, um aumento dos volumes de negócios internos e também o encolhimento das taxas do cupom cambial.

O giro financeiro em D+2 registrado até 15h30 somava cerca de US$ 3 bilhões – 54% superior ao registrado ontem. No segmento de derivativos cambiais, o volume financeiro com o dólar fevereiro de 2012 registrado pela BM&F até 16h18 somava US$ 22,38 bilhões, montante 61% superior ao giro registrado com esse vencimento ontem. O cupom cambial de curto prazo (fevereiro 2012), por sua vez, chegou a ficar negativo no começo do dia, quando houve negócios à taxa de -0,15%, mas recuperou-se e às 15h57 houve negócios com cupom à taxa de +0,22%, ante um fechamento ontem em +0,27%.

Os profissionais das mesas de câmbio de bancos e corretoras consultados pela AE avaliam que o dólar chegou num ponto em que novas quedas podem ocorrer, porém, em velocidade e intensidade mais fracos.