Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Desemprego na zona do euro atinge recorde em maio

O número de pessoas sem trabalho na região teve alta de 67 mil

A taxa de desemprego na zona do euro atingiu o novo recorde de 12,1% em maio, de acordo com dados sazonalmente ajustados divulgados pela Eurostat. O número de pessoas sem trabalho na região aumentou 67 mil, depois de subir 55 mil em abril e 11 mil em março.

Com isso, o total de desempregados alcançou 19,222 milhões, outro recorde após as revisões para baixo feitas a partir dos dados de abril e março. Originalmente, havia sido calculada uma taxa de desemprego de 12,2% no mês de abril.

Em comparação com maio do ano passado, houve aumento de 1,344 milhão no número de pessoas sem trabalho no bloco. O desemprego entre os jovens diminuiu 0,1 ponto porcentual, para 23,8%, mas continua perto de um desempregado em cada quatro pessoas.

A divergência entre os países centrais e periféricos da zona do euro se ampliou novamente em maio. Na Alemanha a taxa de desemprego caiu 0,1 ponto porcentual, para 5,3%, enquanto na Espanha houve alta de 0,1 ponto porcentual, para 26,9%, e na Itália, a taxa cresceu 0,2 ponto porcentual, para 12,2%. Na França, o desemprego permaneceu em 10,4%. Entre os países menores da região, a taxa de desemprego no Chipre subiu 0,5 ponto porcentual, para 16,3%.

Leia ainda: S&P: zona do euro pode ter chegado ao pico da crise

Zona do euro tem superávit comercial de �€ 14,9 bi em abril

(com Estadão Conteúdo)