Dafiti suspende venda de camiseta que chamava “mulher” de “burra”

O produto que era comercializado no site empresa dizia que "mulher" e "burra" é um pleonasmo e foi retirado do ar após reclamação de consumidores

A loja de moda online Dafiti suspendeu neste domingo a venda de uma camiseta que estampava como exemplo de pleonasmo as palavras “mulher burra”. O item estava disponível no site da empresa por 49,90 reais. A página da camiseta foi retirada do ar após reclamações de consumidores.

A direção da empresa disse, em nota à reportagem de VEJA, que o produto era de responsabilidade de um de seus parceiros da plataforma de vendas online e, por isso, não representa os valores defendidos por ela. “A Dafiti lamenta o ocorrido e esclarece que não compartilha a mensagem expressa no produto em questão e repudia qualquer tipo de manifestação de preconceito e discriminação.”

A empresa suspendeu o fornecedor identificado como Eiblu do seu sistema. Ele havia sido registrado 10 dias atrás e não poderá voltar ao site por ter infringido uma cláusula contratual neste episódio.