Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Correios farão PDV que garante 35% do salário por 10 anos

A companhia espera uma adesão de até 8.000 funcionários ao plano de demissão voluntária, que começa em dezembro

Os Correios devem apresentar em breve um plano de demissão voluntária (PDV) aos funcionários. De acordo com reportagem de O Estado de S. Paulo, a adesão pode começar a partir de dezembro deste ano. O público-alvo são 13.000 funcionários e a empresa aceitará a adesão de até 8.000 deles.

Se bem-sucedido, o PDV trará uma economia de 850 milhões de reais a 1 bilhão de reais por ano para a estatal. O foco do programa são os funcionários com mais de 55 anos, aposentados ou com tempo de serviço para requerer a aposentaria. Do total da empresa, esse grupo corresponde a 117.400 empregados.

Os funcionários que aderirem ao programa vão receber 35% do salário por dez anos. O valor ainda é uma expectativa.

Em nota, os Correios afirmaram que estão aguardando a aprovação do Ministério do Planejamento para apresentar o plano aos funcionários.

A estatal deve encerrar o ano com um prejuízo próximo ao de 2015, de 2 bilhões de reais. No ano, até outubro, o resultado está negativo em 1,5 bilhão de reais.

O representante dos trabalhadores no conselho de administração dos Correios, Marcos César Alves Silva, disse ao Estado que os Correios estão nessa situação por três fatores: o aparelhamento político; o excessivo recolhimento de dividendos aos cofres do Tesouro nos anos em que o resultado era superavitário e o represamento das tarifas no governo de Dilma Rousseff.

(Da redação)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Jorge Dias da Silva

    Falido pelo mesmo motivo que está a Petrobrás e Cia Ltda.

    Curtir