Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

CORREÇÃO-Norte Energia recebe última tranche de empréstimo-ponte

(Corrige 7o parágrafo de texto de 25 de julho paraesclarecer que instituição garantidora poderia ser pública ouprivada)

SÃO PAULO (Reuters)- A Norte Energia, empresa responsável pela hidrelétrica Belo Monte (PA), recebeu a última tranche do empréstimo-ponte de 1,087 bilhão de reais concedido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A parcela foi recebida na sexta-feira passada, de acordo com nota à imprensa da companhia na segunda-feira.

O empréstimo foi afiançado pelo banco BTG Pactual, que também garantiu a operação junto ao BNDES.

Segundo o diretor financeiro e de Gestão da Norte Energia, Marcelo Perillo, o empréstimo de longo prazo pleiteado no BNDES ainda está em fase de análise.

A Norte Energia buscou o empréstimo-ponte para evitar que os sócios continuassem a empregar capital próprio no empreendimento de Belo Monte.

“A estratégia da Norte Energia é pagar este empréstimo assim que houver a liberação do empréstimo de longo prazo, prevista para o início do quarto trimestre”, disse Marcelo Perillo.

Como o BNDES não concluiu a avaliação de todos os acionistas do empreendimento para conceder o empréstimo de longo prazo, o banco de fomento impôs a condição de que alguma instituição financeira, pública ou privada, garantisse o empréstimo-ponte.

NOVOS SÓCIOS

Perillo disse ainda que prevê que a reestruturação societária da Norte Energia seja finalizada nos próximos 30 dias. Esse é o principal fator para que o empréstimo de longo prazo do BNDES seja aprovado.

No final de junho, a mineradora Vale oficializou sua entrada como sócia do empreendimento, ao adquirir a participação de 9 por cento que antes pertencia à Gaia Energia e Participações, subsidiária de autoprodução da Bertin.

O grupo Eletrobras possui diretamente e por meio de suas subsidiárias 49,98 por cento da Norte Energia.

A usina de Belo Monte está sendo construída no Rio Xingu, com capacidade instalada de 11,2 mil megawatts e geração anual prevista de 4,4 mil megawatts médios. O empreendimento deverá iniciar as operações em dezembro de 2014.

(Por Anna Flávia Rochas)