Contra inflação, secretário da Fazenda sugere que brasileiros troquem carne por ovos

O secretário de Política Econômica Márcio Holland afirmou que a alta de 3,17% no preço da carne em setembro não é preocupante

O secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Márcio Holland, sugeriu aos brasileiros mudança de cardápio ao comentar o resultado do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que subiu a 6,75% ao ano com o resultado de setembro. Diante da alta do preço da carne, Holland sugeriu que a população consuma mais ovos e aves.

O preço da carne teve alta de 3,17% no mês, contribuindo para aumento do grupo alimentação e bebidas de “forma relevante”, segundo Holland. “Estamos no período de entressafra, coincidindo com período de seca. Isso acaba elevando o custo unitário”, disse. “Ao mesmo tempo tem aumentos de demanda externa”, afirmou. Segundo o secretário, o brasileiro tem uma série de outros produtos substitutos para carne, como frangos, ovos e outras aves, que vêm apresentando comportamento benigno este ano. Holland ainda destacou alguns produtos, como a farinha de mandioca, que apresenta queda de 26,54% no ano.

O secretário também minimizou o impacto político do número divulgado nesta quarta-feira. “A inflação independentemente de ciclos políticos. É comportamento da economia por situações diversas”, afirmou.

Leia também:

Fazer churrasco ficou mais caro em setembro