Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Conta de luz deve cair a partir de fevereiro

Aneel anunciou novas regras para as bandeiras tarifárias, que devem baratear o valor pago pelo consumidor

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira novas regras para as bandeiras tarifárias que devem reduzir o preço da conta de luz a partir de fevereiro. A Aneel criou um novo – e mais barato – patamar para a bandeira vermelha, que vem sendo paga pelos consumidores brasileiros desde janeiro do ano passado. Os novos valores, mais baixos em relação aos atuais, passam a vigorar em fevereiro.

O patamar 1 da bandeira vermelha aprovado nesta terça será de 3 reais para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. O patamar 2 da bandeira vermelha, mais caro, vai continuar em 4,50 reais para cada 100 kWh. O valor da bandeira amarela vai cair de 2,50 reais para 1,50 real para cada 100 kWh.

LEIA TAMBÉM:

Conta de luz terá trégua em 2016, diz diretor da Aneel

Preço da conta de luz deve cair em 2016, diz ministro

As bandeiras tarifárias coloridas – verde, amarela e vermelha – foram criadas como uma maneira de informar ao consumidor os custos que são repassados para a conta de luz com o acionamento de usinas termelétricas, que geram uma energia mais cara e são ligadas quando as hidrelétricas produzem menos por causa do baixo nível de seus reservatórios.

Bandeira vigente – A Aneel divulga na sexta-feira qual será a bandeira tarifária que vai incidir sobre as contas de luz de fevereiro. A bandeira vermelha continuará a ser acionada nos meses nos quais o custo de operação (CVU) da usina térmica mais cara a ser despachada for superior a R$ 422,56/MWh. No caso do patamar 1, esse limite deve ficar entre R$ 422,56/MWh e R$ 610/MWh, que é a situação atual do sistema nacional.

Uma das causas para os descontos foi o fato de a Aneel ter atualizado a previsão de crescimento da carga em 2016 para 1% em relação a 2015, ante uma expansão de 2,4% considerados anteriormente.

(Com Estadão Conteúdo e Agência Brasil)