Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Consumidores preocupados freiam ganhos de redes de lojas dos EUA

Por Phil Wahba

(Reuters) – A maioria das grandes redes de lojas dos Estados Unidos divulgou vendas decepcionantes para o mês de outubro nesta quinta-feira, mostrando que consumidores de diversas faixas de renda ainda estão preocupados com a situação da economia à medida que começam suas compras natalinas.

Grandes varejistas que vão desde a Macy’s e Saks a Target e JC Penney reportaram vendas inferiores ao esperado em lojas abertas há pelo menos um ano.

Mesmo com o avanço do mercado de ações, o desemprego praticamente não se alterou, e os consumidores enfrentaram uma enxurrada de notícias assustadoras no mês passado que os fizeram conter os gastos, disseram especialistas.

“Essa incerteza, a mudança das notícias todos os dias, causa um congelamento”, disse a professora da Wharton School Barbara Kahn.

No geral, as 23 maiores varejistas norte-americanas que divulgaram seus resultados mensais apuraram ganho médio de 3,4 por cento em lojas abertas há pelo menos um ano, segundo dados da Thomson Reuters. Tal número ficou aquém do aumento de 4,5 por cento que Wall Street estava esperando.

Apesar do mês morno, varejistas em geral não reduziram suas previsões de vendas e lucro.

A Macy’s afirmou que ainda espera um ganho de 4 a 4,5 por cento para o trimestre atual.