Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Confiança do consumidor dos EUA recua em abril

NOVA YORK, 24 Abr (Reuters) – A confiança do consumidor nos Estados Unidos recuou em abril, ao mesmo tempo em que os norte-americanos refrearam suas expectativas em relação à inflação após uma alta no mês anterior, de acordo com um relatório do setor privado divulgado nesta terça-feira.

O Conference Board, grupo da indústria, informou que seu índice de atitude do consumidor recuou para 69,2, ante o dado revisado para baixo de 69,5 em março. Economistas esperavam leitura de 69,7, de acordo com pesquisa da Reuters.

Para março, originalmente o índice havia atingido 70,2.

O índice de expectativas caiu para 81,1, ante 82,5, mas o indicador de situação presente teve melhor resultado ao subir para 51,4, de 49,9.

“Como foi o caso no mês passado, a leve queda (no índice principal) foi provocada por uma moderação na perspectiva de curto prazo dos consumidores, enquanto a avaliação das condições atuais continuam a melhorar”, disse a diretora do Centro de Pesquisa do Consumidor do Conference Board, Lynn Franco.

“No geral, os consumidores estão otimistas com a situação da economia, mas continuam cautelosamente otimistas.”

A visão dos consumidores sobre o mercado de trabalho foi mista. O índice de “empregos difíceis de conseguir” caiu para 37,5 por cento, ante 40,7 por cento, e o índice de “empregos abundantes” também recuou para 8,4 por cento, de 9 por cento.

Os consumidores se sentiram melhores em relação aos aumentos de preço, com as expectativas de inflação nos próximos 12 meses caindo para 5,8 por cento, ante 6,2 por cento.

A expectativa de inflação em março original era de 6,3 por cento, maior nível desde maio de 2010.

(Reportagem de Leah Schnurr)