Com Petrobras, Bolsa tem maior nível em dois anos

As ações da petrolífera se valorizaram após anúncio da redução dos preços de combustíveis e Ibovespa teve melhor resultado desde setembro de 2014

A Bovespa encerrou com seu principal índice em alta nesta sexta-feira, impulsionado pelo melhora do humor no exterior após novos dados da China e pela Petrobras, que aparece entre os destaques de alta após a companhia estrear política de preço com primeira redução no diesel e gasolina desde 2009. As ações da estatal correspondem a 10,9% da carteira que forma o principal índice da Bolsa.

O Ibovespa subiu 1,06%, para os 61.767 pontos. É o novo pico do ano e também o maior nível desde 4 de setembro de 2014. Ao longo do pregão, a Bolsa chegou a superar os 62.000 pontos, mas depois desacelerou os ganhos. As ações PN (preferenciais) da Petrobras fecharam em alta de 3,17%, valendo 16,26 reais, enquanto o papel ON (ordinário) avançou 2,29%, para 17,90 reais.

Dólar

O dólar fechou em alta ante o real nesta sexta-feira, puxado por fluxo comprador por parte de investidores, sobretudo estrangeiros, que aproveitaram os preços atrativos após o recuo que levou a moeda a ser negociada a R$ 3,16 pela manhã. O dólar subiu 0,61%, para R$ 3,2027