Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cesp cobra solução para concessões até junho de 2012

Por Luciana Collet

São Paulo – A Companhia Energética de São Paulo (Cesp) espera que uma solução a respeito do futuro das concessões que vencem em 2015 ocorra até junho de 2012. O presidente da companhia, Mauro Arce, lembrou que a Cesp, como também outras empresas que têm concessões a vencer, possuem contratos que terminam em dezembro em 2012 e, por isso, o ideal é que a solução fosse dada ainda ao longo do primeiro semestre do ano que vem. Ontem, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse a jornalistas, durante evento em São Paulo, que uma decisão só será tomada no ano que vem.

Segundo Arce, por ora as concessionárias não discutiram qualquer alternativa para a energia que ficará descontratada ao final de 2012. “Todo o trabalho é para se chegar a uma solução para o problema da concessão. Se isso não ocorrer até 30 de junho do ano que vem, seguramente poderemos cogitar uma alternativa provisória. Evidentemente não gostaríamos que isso acontecesse”, disse.

As concessionárias com concessões que vencem a partir de 2015 realizaram um estudo, já apresentando a membros do governo federal e do Congresso Nacional, dando subsídio no sentido de haver prorrogação. “A solução deve passar pelo Congresso, seja na forma de lei ou de Medida Provisória”, lembrou Arce. A partir de 2013 a companhia terá 400 MW médios sem a concessão, em 2014 vencem mais 1.600 MW médios e em 2015, outros 600 MW médios.