Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

CÂMBIO-Euro cai ante dólar, com perspectiva fraca para 2012

Por Nia Williams

LONDRES, 30 Dez (Reuters) – O euro recuava ante o dólar nesta sexta-feira, terminando o ano enfraquecido após romper importantes níveis de suporte e devendo permanecer sob pressão em 2012 por conta da crise de dívida na zona do euro.

Às 10h43, o euro caía 0,19 por cento, para 1,2934 dólar, na última sessão do ano, com baixo volume. A moeda europeia recuperou parte das perdas de quinta-feira, quando desceu a uma mínima em 15 meses, de 1,2858 dólar, após os elevados yields exigidos por investidores em um leilão de títulos públicos da Itália estimularem a venda de euros.

Profissionais do mercado disseram que a queda foi exacerbada pela falta de liquidez, mas, com o euro caindo decisivamente abaixo de 1,30 dólar no início desta semana, tal patamar funcionará como resistência a qualquer recuperação.

A Itália, terceira maior economia da zona do euro, continua no centro da crise de dívida que começou na Grécia há dois anos, e suas necessidades de financiamento podem minar as defesas financeiras do bloco caso Roma seja forçada a pedir resgate internacional.

MÍNIMAS DE 2010

Neste ano, o euro já perdeu mais de 3 por cento ante o dólar, ampliando a queda de 6,6 por cento de 2010. Alguns analistas disseram que a moeda pode atingir a mínima de 1,20 por dólar até o final de 2012, na falta de uma resposta política ampla à crise.

“O euro tem oscilado em claras ondas desde a crise do Lehman (Lehman Brothers, banco de investimento norte-americano), então o único objetivo de baixa que faz sentido para o próximo ano é a mínima de 1,1876 dólar de 2010”, afirmou o analista de câmbio do Bank of Tokyo-Mitsubishi UFJ Teppei Ino.

Ante o iene, o euro cedia 0,43 por cento, para 100,13 ienes , aproximando-se da mínima em dez anos em torno de 100,01 ienes por euro atingida na quinta-feira. Operadores disseram que uma barreira no mercado de opções em 100 ienes por euro ainda está intacta, mas vulnerável a ataque de especuladores devido à baixa liquidez.

Com o euro fraco, o índice DXY, que compara o dólar ante uma cesta de divisas, permanecia perto de uma máxima em um ano, de 80,854. Às 10h50, o DXY recuava 0,14 por cento, para 80,372 pontos.

Contra o iene, o dólar caía a 77,37 ienes, com operadores citando ordens de “stop loss” em 77,50 ienes.

O dólar australiano subia 0,36 por cento, para 1,0170 dólar, ignorando dados mostrando que a atividade industrial chinesa caiu novamente em dezembro.

REUTERS JCG