Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Câmara aprova PEC do Gasto Público

Projeto passará por mais uma votação na Câmara antes de seguir para o Senado, que também votará a proposta duas vezes

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que impõe limita aos gastos públicos foi aprovada pela Câmara dos Deputados na noite desta segunda-feira. A aprovação ocorreu com 366 votos favoráveis, 111 contrários e duas abstenções. 

Eram necessários 308 votos para aprovar a medida em primeiro turno. A PEC tem de ser votada ainda em segundo turno antes de ser encaminhada ao Senado. Lá, também precisará ser votada duas vezes. O segundo turno da votação na Câmara está previsto para o dia 24.

A PEC cria um teto de despesas primárias federais que será reajustado pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), impondo limites individualizados para os poderes Executivo, Judiciário e Legislativo.

Ainda que tenha ocorrido apenas em primeiro turno até o momento, a aprovação é uma grande vitória para o governo. O presidente Michel Temer e a equipe econômica vinham tratando a PEC como um passo indispensável para o plano de ajuste das contas públicas. Na semana passada, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, fez pronunciamento em rede nacional para defender a proposta como medida essencial para a recuperação da economia.

A outra peça-chave nesse trabalho é a reforma da Previdência, cujos pontos ainda não estão totalmente definidos. O governo se reúne nesta terça-feira com representantes das centrais sindicais para tratar da reforma.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Gilberto Goes Junior

    Ponta pé inicial para Consertar o Estrago deixado pelo PT,Muitas Reformas são Necessárias Cortar a Carne da Classe Privilegiada Chega de Mordomias para Políticos e servidores,Igualdade já

    Curtir

  2. Fábio Luís Inaimo

    Marcelo Xavier caso queira se adiantar ao progresso, dirija-se a Venezuela, lá eles não tem teto de gastos,
    e o Sr não precisaria mais se desgastar lendo esta revista lixo e os comentários desse povo retrogrado, Que tal!?

    Curtir