Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Café e açúcar fecham em território negativo na bolsa de NY

NOVA YORK, 11 de outubro (Reuters) – Confira a seguir como fecharam os negócios com contratos futuros de açúcar bruto e café arábica na bolsa de Nova York (ICE USA) nesta terça-feira:

CAFÉ

O contrato dezembro do café arábica perdeu 2,90 centavos, fechando a 2,234 dólares por libra-peso.

O mercado foi pressionado pelo impasse quanto à crise da dívida na zona do euro.

O aperto da oferta de grãos de alta qualidade, no entanto, limitou as perdas.

A Organização Internacional do Café (OIC) afirmou nesta terça-feira que a produção mundial de café em 2011/12 poderá ficar em cerca de 130 milhões de sacas de 60 kg, ante as 133,6 milhões de sacas de 2010/11.

A Telvent DTN disse que o aumento de episódios de chuvas no Brasil “vão favorecer a florada das árvores.”

Em Londres, o novembro do café robusta registrou queda de 61 dólares, ou 3,13 por cento, fechando a 1.891 dólares por tonelada.

AÇÚCAR

O contrato março do açúcar bruto recuou 0,34 centavo, fechando a 25,94 centavos por libra-peso.

O produto foi pressionado pelas amplas vendas no setor das commodities, de acordo com corretores.

Apesar da menor produção do Brasil, outros países estão registrando boas safras de cana, disse Nick Gentile, diretor de trading e fundos da Atlantic Capital Advisors.

O mercado absorveu notícias de que as Filipinas venderam 113 mil toneladas de açúcar bruto para os Estados Unidos e para alguns países da Ásia, com embarque entre setembro e dezembro.

Em Londres, o contrato dezembro do açúcar refinado perdeu 11,6 dólares, ou 1,71 por cento, cotado a 668,5 dólares por tonelada.

(Reportagem de Rene Pastor)