Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brent fecha em baixa de 2,27% em Londres

Londres, 10 abr (EFE).- O preço do barril de petróleo Brent fechou nesta terça-feira em baixa de 2,27%, a US$ 119,88, no mercado futuro de Londres, pela incerteza em torno da crise de dívida da zona do euro.

De referência na Europa, o cru do Mar do Norte para entrega em maio terminou no Intercontinental Exchange Futures com redução de US$ 2,79 com relação ao pregão anterior, quando fechou a US$ 122,67.

Nesta terça-feira, o preço máximo do Brent chegou a US$ 122,83 e o mínimo bateu a US$ 119,71.

A cotação do petróleo foi afetada, da mesma forma que todos os mercados europeus, pela situação da economia espanhola, cujo prêmio de risco subiu para os 434 pontos.

O aumento do prêmio de risco espanhol, que fechou no maior nível desde novembro, e o rendimento dos bônus de dívida para dez anos, próximo de 6%, impulsionaram os rumores sobre uma intervenção na Espanha.

Por sua vez, o Fundo Monetário Internacional (FMI) advertiu nesta terça-feira que a crise atual será mais dolorosa e duradoura do que as outras, o que não ajudou a estimular os investidores.

O FMI informou que as crises ocorridas após a explosão das bolhas imobiliárias, e com alto nível de endividamento interno, como a atual, são ‘mais dolorosas e podem prolongar-se por até cinco anos’.

Durante a apresentação dos capítulos analíticos de seu novo relatório sobre as ‘Perspectivas Econômicas Mundiais’, o FMI citou como exemplos de países que atravessam por esta situação Islândia, Irlanda, Espanha, Reino Unido e os Estados Unidos.

O FMI realiza na próxima semana, entre 20 e 22 de abril, sua tradicional reunião de primavera, com o Banco Mundial, para analisar o comportamento da economia global. EFE