Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsas de NY sobem, mas mostram cautela com Europa

Por Luciana Antonello Xavier, correspondente

Nova York – As bolsas de Nova York abriram o dia em alta, embora com humor mais comedido que ontem. A atenções estão voltadas para a Europa, onde ocorrem as discussões sobre a possibilidade de aumento do fundo de resgate europeu e ajuda à Grécia. Às 10h47 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,83%, o Nasdaq avançava 0,58%, e o S&P 500 tinha alta de 0,51%.

Na zona do euro, os 17 países do bloco têm que aprovar juntos a legislação para mudanças na Linha de Estabilidade Financeira Europeia (EFSF, na sigla em inglês), que inclui a ampliação da capacidade do fundo de 250 bilhões de euros, para 440 bilhões de euros. Basta um país recuar e todo o plano naufraga.

Hoje, o Parlamento da Finlândia deu seu aval. Ontem, foram Áustria, Eslovênia e Grécia. A chanceler alemã, Angela Merkel, já pediu que o parlamento do país dê seu apoio amanhã, embora possa ter trabalho com a oposição. A Eslováquia informou hoje que votará o tema no dia 25 de outubro. Enfim, ainda há muitos países precisando aprovar a lei para a esperança se tornar realidade e há um longo caminho pela frente.

Para o ministro da Fazenda, Guido Mantega, todos os países devem acabar aprovando as mudanças porque ninguém quer ser apontado como culpado por uma crise de grandes proporções na Europa e no mundo, conforme ele disse durante encontro do Fundo Monetário Internacional (FMI) em Washington, no último final de semana.

Amanhã, inspetores da União Europeia, FMI e Banco Central Europeu (BCE), conhecidos como a troica, volta a Atenas para avaliar os progressos feitos em direção à austeridade, à privatização e às reformas econômicas.