Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsas da Ásia fecham com sinais mistos; HK -0,7%

Por Ricardo Criez e Roberto Carlos dos Santos

Tóquio – As bolsas asiáticas fecharam com números distintos. Enquanto alguns mercados se mostraram receosos com a crise da dívida na zona do euro, outros seguiram o embalo da alta em Wall Street e reagiram a fatores locais positivos.

A Bolsa de Hong Kong se enquadrou no primeiro caso e apresentou recuo, também influenciado pela rápida realização de lucros, após a forte alta de 4,2% na terça-feira. O índice Hang Seng caiu 119,49 pontos, ou 0,7%, e encerrou aos 18.101,27 pontos.

Os caçadores de pechinchas voltaram a marcar presença nas Bolsas da China, mas isso não impediu que os índices voltassem ao pior nível em quase 15 meses, por conta dos temores sobre a economia doméstica, às vésperas do longo feriado de 1º de outubro. O índice Xangai Composto perdeu 1% e encerrou aos 2.392,06 pontos, o pior fechamento desde 5 de julho de 2010. O índice Shenzhen Composto caiu 1,5% e fechou aos 1.032,18 pontos.

O yuan atingiu sua maior valorização sobre o dólar, devido à demanda de fim de mês dos importadores de dólares. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,3925 yuans, de 6,3992 yuans ontem, mas acima do recorde de 6,3835 yuans atingido durante a sessão.

Após pregão instável, a Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, fechou em queda. O índice Kospi recuou 0,73% e encerrou aos 1.723,09 pontos, com a ausência de um plano claro para a zona do euro.

Em Taiwan, a Bolsa de Taipé encerrou em alta, liderada pelos ganhos em papéis do setor de tecnologia. O índice Taiwan Weighted registrou avanço de 0,80% e terminou aos 7.146,98 pontos.

Da mesma forma, a Bolsa de Sydney, na Austrália, fechou positiva, mas em comércio sem rumo definido, com os investidores ainda aguardando notícias da Europa sobre a situação da dívida grega. O índice S&P/ASX 200 subiu 0,87% e terminou aos 4.039,50 pontos.

Nas Filipinas, a Bolsa de Manila fechou em forte alta. O índice PSEi avançou 4,16% e encerrou aos 3.876,12 pontos.

A Bolsa de Cingapura descontou os ganhos da manhã e terminou em baixa, acompanhando a abertura dos mercados europeus, devido à discórdia entre os membros da zona do euro sobre a melhor forma de solucionar a crise das dívidas soberanas da região. O índice Straits Times recuou 0,9% e fechou aos 2.701,17 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, subiu 1,1% e fechou aos 3.513,16 pontos, apoiado pela valorização da rupia e pela compra de papeis desvalorizados por parte de fundos estrangeiros.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, perdeu 1,6% e fechou aos 931,60 pontos, com realizações de lucros após a alta de 4,6% ontem.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, subiu 0,5% e fechou aos 1.371,55 pontos, alta contida, no entanto, por realizações de lucros. As informações são da Dow Jones