Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsas asiáticas encerram em alta; HK sobe 0,2%

Por Ricardo Criez

Tóquio – No último pregão de 2011, as principais bolsas da Ásia fecharam em alta. Contudo, no acumulado do ano, assim como na maioria dos mercados mundiais, os números foram negativos. Não houve negociações na Coreia do Sul e nas Filipinas por ser feriado.

A Bolsa de Hong Kong apresentou ligeira elevação, por conta das expectativas de que o banco central chinês poderá reduzir as taxas de reservas bancárias no início de janeiro. O índice Hang Seng ganhou 36,47 pontos, ou 0,2%, e encerrou aos 18.434,39 pontos. Na semana, o índice teve baixa de 1%, mas adicionou 4,8% no quatro trimestre. Porém, no acumulado do ano, o HSI sofreu perdas de 20%.

Na China, as bolsas encerraram em alta pela terceira sessão consecutiva, com os ganhos em Wall Street e as expectativas de que as autoridades locais poderão introduzir medidas para elevar a liquidez dos bancos no começo de 2012. O índice Xangai Composto subiu 1,2% e terminou aos 2.199,42 pontos – no ano, contudo, acumulou declínio de 21,7%. O índice Shenzhen Composto ganhou 1,9% e terminou aos 866,65 pontos.

O yuan saltou para um recorde de alta ante o dólar depois de o Banco do Povo (BC chinês) fixar uma taxa de referência de câmbio em alta para a unidade local, levando-a para recorde de 4,7% de ganho ante a moeda americana em 2011. Traders acreditam que a autoridade monetária também conduziu o yuan à alta, instruindo vários bancos estatais a comprar centenas de milhões de dólares em moeda local. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,2940 yuans, de 6,3192 yuans ontem. A taxa de paridade central dólar-yuan foi fixada em 6,3009 yuans, de 6,3157 yuans ontem.

Já a Bolsa de Taipé, em Taiwan, encerrou praticamente estável, com os fundos afastados do mercado. O índice Taiwan Weighted fechou aos 7.072,08 pontos, com perda de 21% acumulada em 2011, ante ganho de 9,6% em 2010.

Na Austrália, a Bolsa de Sydney fechou em ligeira queda, apesar dos sólidos resultados dos mercados norte-americanos. Em sessão reduzida, o S&P/ASX 200 caiu 0,4% e terminou aos 4.056,6 pontos. Enquanto alguns analistas previam alta do mercado entre 10% e 15% este ano, a crise da dívida soberana europeia e as preocupações com a economia global levaram a um declínio de quase 15% no índice – foi a primeira baixa do S&P/ASX 200 desde sua criação.

A Bolsa de Cingapura terminou em baixa, encerrando um tumultuado ano com o índice Straits Times perdendo 17%, em linha com os demais mercados da Ásia. O STI teve queda de 1% e fechou aos 2.646,35 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, subiu 0,4% e fechou aos 3.821,99 pontos, com compras de gerentes de fundos para melhoria de portfólio. No ano, o índice subiu 3,2%, ante alta de 72% em 2010.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, subiu 0,14% e fechou aos 1.025,39 pontos.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, avançou 1,6% e fechou aos 1.530,73 pontos, com aquisições de papeis por fundos para melhoria das carteiras no fim de ano. No ano, acumulou ganhos de 15,9%. As informações são da Dow Jones.