Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

BNDES e Petros socorrem Lupatech

Por Eulina Oliveira

São Paulo – A gaúcha Lupatech, fornecedora de equipamentos e serviços no setor de petróleo que está vendendo ativos para pagar dívidas, anunciou ontem o que parece ser uma saída para sua crise financeira: um aumento de capital de até R$ 700 milhões e a influência do fundo GP na gestão.

O BNDESPar e o fundo de pensão Petros, que já são acionistas da Lupatech, concordaram em comprar, em conjunto, R$ 300 milhões em novas ações da companhia. A GP Investimentos vai subscrever um valor mínimo de R$ 50 milhões.

O fundo entra no negócio porque a operação prevê a incorporação da San Antonio Brasil, subsidiária da San Antonio International, empresa de prestação de serviço no setor de óleo e gás controlada pelos fundos da GP desde 2008.

Com atuação na América Latina e faturamento superior a US$ 1 bilhão, a própria San Antonio International também viveu sua crise financeira. No ano passado, no entanto, entrou em acordo com seus credores para reestruturar uma dívida que ultrapassava US$ 600 milhões.

A operação vai além do aumento de capital. BNDESPar, Petros e GP têm a intenção de promover uma reestruturação no Conselho de Administração da Lupatech, que deverá ser composto em sua maioria por membros independentes, e fortalecer a gestão. No documento, informam que vão buscar profissionais de mercado com �incontestável capacidade técnica e experiência�.

�A companhia intensificará seu processo de reestruturação, focando em rentabilidade, na captura de sinergias operacionais e de custos e aperfeiçoamento do seu modelo de gestão, apoiado inclusive por consultorias especializadas nestes processos�, diz a Lupatech no documento divulgado ontem.

Uma das preferidas dos investidores no setor de óleo e gás por diversos anos, a Lupatech parecia ter um futuro brilhante após o fechamento de contratos bilionários com a Petrobrás. Mas, com o adiamento do cronograma para o pré-sal, o dinheiro que deveria entrar no caixa para compensar os investimentos já feitos acabou não vindo.

Com a aquisição da San Antonio Brasil, a Lupatech deverá consolidar-se como a maior companhia brasileira de serviços no setor de óleo e gás, com portfólio equivalente em amplitude ao das quatro maiores empresas internacionais do setor.

�Além disso, a empresa vai acelerar seu desenvolvimento em serviços no Brasil incorporando contratos já ativos�, diz a Lupatech no fato relevante.

Segundo a Lupatech, a San Antonio Brasil apresentou, nos últimos anos, importante crescimento no País, tendo atualmente cerca de R$ 1,6 bilhão em contratos firmes (backlog).

O preço de emissão das ações no aumento de capital será de R$ 4,00 por ação, fixado com deságio de aproximadamente 18% em relação à média ponderada da cotação das ações ordinárias da companhia nos últimos 20 pregões anteriores ao dia 26 de dezembro de 2011.

Conforme o fato relevante, o preço busca incentivar a participação dos acionistas no aumento de capital e do mercado em geral na subscrição de eventuais sobras. O aumento de capital poderá ser homologado parcialmente, desde que atinja o montante mínimo de R$ 350 milhões.

Os acionistas detentores de posição acionária na companhia na data da aprovação do aumento de capital terão direito de preferência para a subscrição das novas ações, com base na proporção do numero de ações que possuírem naquela data.

Ontem, as ações ordinárias da Lupatech subiram 3,49%, fechando a R$ 4,45.

A formalização de um acordo de investimento deverá ocorrer em até 45 dias, desde que cumpridas condições no memorando de entendimentos, como a avaliação dos dados da San Antonio Brasil.